A MASSA QUEBRADA VEGANA SEM GLÚTEN, OVOS E MANTEIGA

massa-quebrada-vegana

Recentemente, a OMS, a Organização Mundial de Saúde, lançou um alerta sobre o potencial carcinogénico da carne e, especialmente, das salsichas (salame, lingüiça, etc.) e carnes processadas. Embora muitos falaram de um alarme desnecessário e depois do documento oficial publicado pela Organização Mundial de Saúde tenha começado uma controvérsia e científica e nos midia, o que é certo é que a opinião pública está dividida entre aqueles que acreditam que podemos continuar a comer carne sem problemas sendo as proteínas essenciais para o nosso corpo e aqueles que acreditam que com consciência e responsabilidade devemos mudar até uma dieta vegana e integral.

Como sempre, o bom senso nos diz para ficar no meio, de encontrar um equilíbrio entre as diferentes componentes nutricionais sem excessos. Certamente uma dieta vegana e integral não significa comprometer a qualidade da nutrição, a variedade de alimentos e do sabor, mas sem dúvida é um estilo de vida que todos nós deveriamos perseguir para uma vida saudável e natural, especialmente para os nossos filhos. Desde a tenra idade devemos aprender a respeitar as regras fundamentais da educação nutricional para prevenir as doenças da abundância de comida (hipertensão, diabetes, etc.) que começam na mesa. Todos sabem, também à nível científico, que quem consome pouca ou nenhuma proteína animal protege a sua saúde a longo prazo. Graças a este interesse renovado na dieta vegana e integral, muitas receitas tradicionais e especialidades típicas que fazem uso de proteína animal (ovos, manteiga) estão sendo renovadas, substituindo a carne com alimentos de origem vegetal. Isso não significa desistir de gosto, mas sim abrir-se à sabores novos e surpreendentes que irão representar o nosso novo caminho diario para nos alimentar (VEJA ALGUNS EXEMPLOS NA PÁGINA 2).

Página 1 de 4
Responsive Menu Clicked Image