A RELAÇÃO ENTRE A CEBOLA E AS DOENÇAS

cebolas

De acordo com uma lenda urbana, as cebolas teriam a capacidade e o poder de absorver as doenças. Mas é verdade? E, acima de tudo, de onde se origina essa lenda? Tudo começou com uma história que remonta ao século passado: na prática, em 1919, depois de um surto de gripe que levou à morte algo como 40 milhões de pessoas, um médico decidiu recorrer às cebolas. O médico visitou muitos agricultores tentando aliviar seu sofrimento e, ao mesmo tempo, ajudá-los a combater a gripe: um dia, no entanto, tinha encontrado a casa de um fazendeiro cuja família não era afetada pela epidemia . Resumindo, eram todos saudáveis. Quando o médico pediu paras essas pessoas a razão para tal situação, quase milagrosa, foi informado de que era tudo devido à uma cebola não descascada que tinha sido colocado dentro de um prato em cada quarto da casa.

O médico, espantado com essa peculiaridade, tinha pedido a família permissão para analisar as cebolas com um miscróscopio e, após a aprovação, descobriu que a cebola tinha prendido no interior o vírus da gripe. Esta, então, a origem da lenda das cebolas. Hoje, os especialistas recomendam de utilizar este alimento em muitas ocasiões: por exemplo, quando você é vítima de intoxicação alimentar. Deve ser dito que as cebolas são muito atraentes para as bactérias e isto é particularmente verdadeiro para as cebolas que são cozidas: apenas por essa razão, seria preferível evitar de conservar as cebolas depois que foram cortadas, pois não são seguras nem no caso em que sejam mantidas na geladeira em um saquinho selado ou envoltas em plástico (O ARTIGO CONTINUA A PARTIR DA PÁGINA 2).

Página 1 de 3
Responsive Menu Clicked Image