ALCACHOFRAS: PROPRIEDADES, RECEITAS E USO NA COZINHA

alcachofras-1

Produtos da horta que possuem um grande número de propriedades benéficas, também do ponto de vista nutricional, as alcachofras são utilizadas na cozinha menos do que poderiam: geralmente se aproveita a parte menos fibrosa do tronco e a cabeça floral, mas com um pouco de paciência também o resto da haste pode ser explorada. Do ponto de vista da qualidade nutricional, as alcachofras são apreciadas pelo seu elevado teor de sais minerais, incluindo cálcio, fósforo, magnésio e ferro, mas também pela riqueza de fibra e vitaminas como A , B1 e C. A maioria dos hidratos de carbono das alcachofras – que fornecem 22 calorias cada 100 gramas – está presente como inulina, uma substância que permite de manter sob controle a quantidade de açúcar no sangue e é, portanto, recomendada para pessoas que sofrem de diabetes.

As propriedades benéficas da alcachofra são muitas: este alimento tém a vantagem de melhorar a funcionalidade dos rins e do fígado, mas, ao mesmo tempo, ajuda a reduzir o nível de colesterol e de ureia no sangue. Sem esquecer da capacidade de regular a taxa de açúcar no sangue, vale destacar também a sua capacidade de prevenir a ocorrência de cálculos biliares e combater a constipação típica que quem deve lidar com insuficiência hepática. Ainda, contêm cinarina, uma substância que ajuda a digerir gorduras com mais facilidade.

alcachofras-2

Por outro lado, as alcachofras não apresentam qualquer tipo de contra-indicação, pelo menos, considerando a quantidade que é normalmente consumida na mesa. Algumas fontes especulam que no período de amamentamento estes vegetais deveriam ser consumidos em pequenas quantidades, pois iriam afetar a produção de leite, reduzindo-a, mas é uma teoria que ainda deve ser aprofundada.

As variedades de alcachofras que você pode encontrar no supermercado são várias: entre os tipos mais espinhosos podemos mencionar os roxos da Sardenha, Toscana, Chioggia e Veneza, mas também o verde de Palermo e da Liguria, enquanto a alcachofra romana é sem espinhas, como a roxa de Castellammare, que é até protegida por ativistas de Slow Food. Depois disso, você poderia se perguntar como escolher as alcachofras: a dica é identificar aqueles com as brácteas não enrugadas, livres de manchas e o mais possível firme; a haste, por outro lado, não deve ter partes amareladas ou moles e deve ser túrgida, assim como não deve ter folhas frouxas, no caso estas etejam presentes.

Página 1 de 2
Responsive Menu Clicked Image