AS MENTIRAS DA HISTÓRIA (QUE TODO MUNDO ACREDITA QUE SEJAM VERDADE)

mentiras-da-historia-1

lendas – que se relacionam com certos fatos e figuras históricas – que foram consolidadas ao longo do tempo e que todo mundo agora acredita que seja a realidade. A revista Superinteressante destaca trinta e três mentiras da história em que todos acreditam: vamos ver as primeiras quinze no ranking de acordo com a revista.

1- Os cintos de castidade não foram tão comuns na Idade Média. Muitos desses objetos erroneamente atribuídos a este período foram populares somente alguns séculos atrás, e parece que fossem usados como nada menos que brincadeiras eróticas. Quem teria pensado?

2 – A rainha Maria Antonieta nunca teria segerido a seus súditos de comer brioches, já que eram pobres demais para comprar o pão. A frase foi uma invenção da propaganda revolucionária.

3 – O poeta italiano Gabriele D’Annunzio não removeu duas costelas para ser mais livre nas suas paixões eróticas. Embora tenha tido um caráter lascivo deste ponto de vista, ele não chegou a tanto.

4 – Para construir as pirâmides do Egito foram usados empregados regularmente pagos, e não escravos. As próximos mentiras da história na página 2>

Página 1 de 4
Responsive Menu Clicked Image