COMO FAZER CRESCER UMA PLANTA DE PISTACHE

como-fazer-germinar-os-pistaches-1

Os pistaches são tanto gostosos quanto saudáveis para o corpo, especialmente pelo alto teor de vitaminas e sais minerais que os distingue: ricos de cobre, potássio, manganês, fósforo e ferro, tem a vantagem de proteger o sistema cardiovascular e, de consequência, deveriam ser consumidos por pessoas que sofrem de coração. O pistache, na sua essência, não é nada mais do que o fruto da Pistacia vera, uma planta que é parte da família das Anacardiaceae e que é capaz de ultrapassar os dez metros de altura. O fruto, como todo mundo sabe, tem uma característica cor verde, e está contido dentro de uma casca lenhosa que não deve ser comida. A composição química é muito interessante: cada pistache é formado de 20% de proteína, 3,9% de água, 10% de fibras, 3% de cinzas, 20% de hidratos de carbono, 1,5% de amido e 7 % de açúcares.

Entre as vitaminas presentes podemos citar a vitamina K, vitamina E, vitamina C, vitamina B6, vitamina B5, vitamina B3, vitamina B2 e vitamina B1, mas também são importantes aminoácidos tais como fenilalanina, a arginina, lisina, ácido aspártico, histidina, ácido glutâmico, prolina, serina, glicina, isoleucina, valina, triptofano, treonina, metionina e cistina. Uma das vantagens mais significativas dos pistaches é sua capacidade de reduzir o colesterol - uma característica que compartilha com a fruta seca -; as gorduras que contêm, de fato, são mono-insaturadas e atuam apenas sobre a redução do colesterol no sangue (em contraposição com o que fazem as gorduras poli-insaturadas, como aquelas - por exemplo - na carne vermelha). Não é só: também há nos pistaches ácidos gordurosos insaturados, fitoesteróis e substâncias com propriedades antioxidantes (ASSISTA AO VÍDEO NA ÚLTIMA PÁGINA) >>

Página 1 de 4
Responsive Menu Clicked Image