Gêmeos siameses, somente um gêmeo sobrevive à cirurgia

Os gêmeos siameses Arthur Brandão e Heitor Brandão de cinco anos foram submetidos terça-feira 24 de fevereiro à uma operação de cirurgia para separa-los.

siam2

Se tratava de uma operação muito complicada pois os gêmeos compartilhavam figado e genitália e eram unidos pelo tórax, abdome e bacia. Foi selecionada uma equipe multiprofissional de 51 especialistas sob a supervisão do cirugião pediátrico Zacharias Calil. A operação foi um sucesso de acordo com o diretor técnico do hospital Gustavo Meneguelli que disse que a separação teve exito positivo. Os gêmeos tinham também 3 pernas e os cirurgiões tiraram uma que que era malformada. A operação por causa da sua natureza complicada demorou 15 horas.

Infelizmente depois da operação somente um gêmeo sobreviveu. Arthur não consegui resistir à cirurgia e faleceu depois que os médicos o reanimaram de duas paradas cardíacas, sexta-feira 27. Heitor consegue por agora ingerir alimentos líquidos. Continua internato da Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Materno Infantil em Goiânia. O menino não tem previsão de alta medica. O estado de saúde de Heitor continua grave, mas está apresentando sinais de melhoramento. O pai do menino Delson Brandão postou nas redes sociais que o filho "está tomando um caldinho de legumes" e disse que pediu água “Água pai! Espere que pain tá indo ai lhe dar água amor! Viva se eu estava com o coração doido Hj ele se enche de esperança. ‪#‎VamosHeitor‬ [sic]”. Os pais dos gêmeos estão divididos entre a felicidade de ver Heitor vivo e a tristeza pela perda de Arthur.

Página 1 de 2
Responsive Menu Clicked Image