MÉTODOS PARA PRESERVAR POR MUITO TEMPO AS ERVAS AROMÁTICAS COM O CONGELAMENTO OU SECAGEM

ervas-aromaticas-1

1 – Introdução

As ervas podem ser preservadas com dois processos diferentes: o congelamento (procedimento explicado na página 2) e secagem (processo explicado na página 3). No primeiro caso, as ervas permanecem frescas, tanto quando são colocadas no congelador sozinhas, quanto no caso sejam inseridas no óleo. Uma vez colocadas no congelador, as ervas podem ser armazenadas durante meses e meses, se não por anos: quando extraídas, podem ser consumidas cruas ou depois do cozimento, se necessário (é por isso que às vezes pode ser útil usar também o óleo, de modo que sejam aromatizadas e dá aos pratos que são preparados um perfume muito agradável e muito gostoso). No segundo caso, as ervas são secadas imediatamente depois de ter sido recolhidas, e, em seguida, armazenadas em sacos fechados hermeticamente, ou em frascos de vidro.

A secagem pode ser realizada em várias maneiras, seja em maneira natural que com secadores elétricos especiais, o importante é agir em um local bem ventilado, seco e protegido, o mais possível e, obviamente, livre da umidade. Se desejar, você pode experimentar até mesmo o método mais clássico, que consiste em deixar as ervas secas diretamente à luz solar. Independentemente do método de armazenamento escolhido, tais procedimentos podem ser postos em prática para todos os tipos de ervas, quer se trate de manjericão, alecrim, salsa ou tomilho, mas também sálvia, manjerona, e assim em diante.

Página 1 de 3
Responsive Menu Clicked Image