Morrem de mão dadas depois de 67 anos de casamento

Existem amores que duram toda a vida e as vezes até além, e esse é com certeza o caso dos cônjuges Floyd e Violet Hartwig, ele com 90 anos, ela com 89, um casal estadunidense protagonista de uma história de amor, terminada somente com a morte, muito particular. Os dois faleceram à poucas horas de diferença ficando sempre de mãos dadas na cama.

HT_flo

Floyd e Violet estavam casados há 67 anos, mas o amor deles começou muito antes, nas carteiras da escola, quando os dois, meninos, namoravam. Somente quando Floyd voltou para casa da guerra no 1947 poderam casar, indo morar num sítio em Easton, na Califórnia, onde tinham nascido.

No sítio passaram a maior parte da vida deles, até quando as condições de saúde difíceis não obrigaram os familiares à deixa-los numa casa de repouso. Nos últimos tempos a velhice tinha causado vários problemas: Violet sofria de demência senil, enquanto o marido sofria com um cancêr ao colón e problemas aos rins e à próstata. Ao contar a história que comoveu os Eua foi Donna, um dos três filhos do casal que lembrou: “Meu pai morreu apertando a mão de minha mãe. Ela não era completamente lúcida, mas dissemos para ela que o papai fora embora e que a estava esperando. Ela morreu cinco horas mais tarde”.

Página 1 de 1
Responsive Menu Clicked Image