OS PERIGOS DOS SECADORES DE MÃOS

secadores-de-mao

Nos banheiros de restaurantes, bares, mas também dos shopping centers, os secadores de mãos representam uma solução conveniente e prática para garantir o mais alto nível de higiene e segurança. Na verdade, poderia não ser assim: nas próximas linhas, vamos explicar o porquê.

Todo mundo já teve a experiência de secar as mãos em um banheiro público, com um secador automatico: uma ótima alternativa ás toalhas de papel, porque muito mais ecológicas e menos caras. Preste cuidado, porque ao contrário do que você poderia pensar estas soluções não são muito higiênicas: de fato, eles são uma bomba de germes, difundindo vírus e bactérias, em particular por causa do poderoso jato de ar que é direcionado até as mãos sujas. Em conclusão, se é verdade que, graças a estes dispositivos você pode não tocar nada, é igualmente verdade que deve-se prestar muita atenção igualmente. Já é melhor prestar muoto cuidado quando você está em um banheiro público, porque quando você tem a necessidade de abrir a porta do banheiro, dar a descarga, abrir a torneira e ter o sabão você entra em contato com superfícies que são tocados por Deus sabe quem.

secadores

Também as toalhas de papel, como os botões das torneiras e os botões para dar a descarga, se aposentaram, e seu lugar foi tomado por dispositivos que não requerem a necessidade de pressionar um botão, mas dependem de uma fotocélula :como os secadores de ar. Mas porque estes instrumentos podem propagar vírus? O fato é que uma pessoa que não lava as mãos acaba colocando em risco a saúde de quem as lava.

Os vírus, em resumo, são espalhados no ar, e não pense que os dispositivos mais recentes sejam mais seguros. Um exemplo perfetio, é o caso do Airblade, que apesar de ser mais eficiente do que seus antecessores, com um jato de ar quente que pode chegar a até mais de 100 quilômetros por hora de velocidade, pode comprometer a saúde do usuário. O conceito é muito simples: quanto mais poderoso o jato de ar, mais facilmente o vírus é espalhado no ar, onde não perde o seu poder viral, mas sim o preserva totalmente.

Página 1 de 2
Responsive Menu Clicked Image