PINTAR O CARRO COM O FAÇA-VOCÊ-MESMO: COMO SE FAZ?

pintar-o-carro-1

1 – INTRODUÇÃO

Graças aos custos sempre mais caros dos carroçadores e o desejo e o prazer de desafiar a si mesmo, cresce cada vez mais, também pelo carro a vontade do “faça-você-mesmo” e a esta regra não podia faltar a tentativa ousada de pintar o próprio carro. Até poucos anos atrás, era impensável enfrentar uma operação deste tipo, sem ter que lidar, em seguida, com todos os danos causados e sem perceber que o resultado é deplorável. Mas agora, graças à mais recentes inovações (especialmente a respeito dos novos produtos e novos métodos), este procedimento está satisfazendo todos os amadores que decidem tentar.

Hoje podemos contar com tintas com um poder de cobertura muito maior do que aquelas do passado, em spray profissionais que estão facilmente disponíveis para todo mundo. Além disso, o mercado também oferece películas específicas, as quais inseridas sobre a pintura original (este sistema é chamado de wrapping) permitem que você possa restaurá-la sem problemas e rapidamente. E se você quiser ousar mais por que a sua intenção é operar uma mudança total da cor do seu carro, vou dar-lhe algumas dicas sobre o que fazer para ter um resultado mais profissional possível.

Necessário

Roupa apropriada; uma máscara (irá evitar a inalação de gases nocivos)

lixa (de vários tipos, seja aquela de grão fino que aquela de grão grosso)

terebintina; antiferrugem; tinta; pano de microfibra; fita adesiva de papel

CONTINUE DA PÁGINA 2 O VÍDEO NA PÁGINA 3>

Página 1 de 3
Responsive Menu Clicked Image